Leilão da Receita Federal: Veículos, celulares, videogames e mais

A Receita Federal realiza leilões em diversas cidades do país. É possível encontrar carros com lances iniciais abaixo de 500 reais, iPhones por 300, etc. E lembre-se: cuidado com leilões falsos. Sempre visite os lotes e leia os editais. 

Leilão da Receita Federal: leilão Online

O leilão da Receita Federal (RFB) é um leilão que ocorre somente em meio virtual. Os últimos leilões presenciais realizados pela RFB ocorreram em 2012. Segundo o próprio site da Receita Federal: “O Sistema de Leilão Eletrônico é o meio pelo qual a Secretaria da Receita  Federal do Brasil (RFB) realiza leilões eletrônicos de mercadorias apreendidas ou  abandonadas.”

Assim, as mercadorias apreendidas pela Receita Federal ou abandonadas por seus donos nas alfândegas são leiloadas. Isso faz com que muitos produtos, principalmente os eletrônicos, estejam em bom estado. Apreensões de contrabando são muito comuns, o que faz com que cidades portuárias ou que possuem fronteiras com outros países (como Foz do Iguaçu), tenham uma maior frequência de leilões.

Veja Também:

→ Leilão na sua Cidade? Veja como encontrar.

→ Como Comprar Barato em um Leilão

→ Leilão de Carros – Vantagens e Desvantagens

Screenshot do Sistema Leilão Eletrônico, tirada em 29/08/2019

Podem participar do leilão pessoas físicas e pessoas jurídicas, com alguns lotes podendo ser exclusivos para empresas.

São leiloados vários itens, desde carros, motos, celulares, notebooks, videogames até jóias, roupas, bebidas, cavalos, peças industriais e muito mais. A variedade é realmente enorme.

Datas e locais

A Receita Federal abre centenas de editais todos os anos, em diversas cidades. Os leilões são de responsabilidade da Receita Federal local, ou seja, da cidade em que está sendo realizado o leilão. Para saber os locais e as datas, basta entrar no Sistema Leilão Eletrônico para saber quais editais estão abertos e quais irão abrir. É possível também visualizar os leilões encerrados.

Todos leilões possuem duas datas: as datas das propostas e as datas dos lances. Vamos falar mais sobre isso abaixo, quando ensinaremos a você como participar do leilão.

Leilão de Veículos da Receita Federal: lances muito baixos

O leilão de veículos costuma não chamar atenção na mídia, mas com certeza chama atenção da população. Veículos variados, com carros, motos e caminhões são os grandes atrativos. São leiloados desde veículos novos em bom estado até veículos mais velhos que necessitam de reparos.

Os lances iniciais costumam ser baixos, acompanhando a condição do veículo. Isso não quer dizer que todo leilão terá lances iniciais baixos. Como cada leilão é gerenciado pela RFB da cidade local, os lances podem variar. Isso porque algumas unidades da Receita dão mais atenção ao leilão, enquanto outras não. Assim, existem leilões com várias fotos dos veículos, enquanto outros nem fotos tem.

→ Qual o melhor? Leilão do DETRAN ou da Receita Federal?

→ Leilão da Polícia Rodoviária Federal: Como participar

→ Como saber o Valor de um Carro? 

Assim como informamos no nosso artigo sobre o leilão do DETRAN, é óbvio que os carros serão arrematados por valores acima dos lances iniciais. Porém se o lance inicial já for alto, a chance de comprar barato diminui.

No leilão da Receita Federal é comum encontrarmos carros mais velhos com lances de 300, 500 e mil reais. Os carros mais novos geralmente possuem lances mais altos, mas é possível encontrar carros novos em excelente estado com lances abaixo de 5 mil reais. Assim, um carro que vale 50 mil, pode facilmente ter um lance inicial de 5 mil e ser arrematado por 30 mil. É preciso ficar atento para pode aproveitar essas boas oportunidades quando elas surgirem.

Carros de luxo também já chegaram a ser leiloados, como Porsches, Corvettes e Lamborghinis.

A maioria dos leilões realizados pela Receita possuem carros entre os lotes. Existem inclusive leilões são exclusivamente de veículos. Alguns possuem poucos veículos, mas são comuns leilões com mais de 100 veículos, podendo chegar facilmente a 400 lotes de carros.

Assim, caso tenha interesse em participar de um leilão de veículos, fique atento e acompanhe os editais no Sistema Leilão Eletrônico. No nosso site nós também pretendemos sempre manter atualizados os melhores leilões.

Leilão de Celulares, Notebooks, videogames e mais

O leilão de eletrônicos costuma chamar mais atenção na mídia. Você provavelmente já viu uma manchete do tipo: “Receita Federal leiloa iPhone por R$500”. Os iPhones costumam atrair maior curiosidade, porém são leiloados vários outros celulares. Samsung e Xiaomi são marcas frequentes nos leilões.

Videogames como PS4 e Xbox One também são comuns, sempre com lances baixos, de 300 a 500 reais. Assim como no leilão de carros, é lógico que esse são apenas lances iniciais, mas a oportunidade de comprar barato é real.

Como esses leilões costumam chamar muita atenção, eles também atraem maior concorrência. Assim, é necessário ficar atento para comprar realmente barato, sem se deixar levar pela emoção e acabar fazendo um mal negócio.

Alerta da Receita Federal contra leilões Falsos

A Receita Federal divulgou em abril desse ano um alerta contra leilões falsos. Existem alguns sites na internet que simulam o site da Receita, sendo bem parecidos com o original. Então fique atento.

Como participar do Leilão da Receita Federal

Como tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas podem participar do leilão, é necessário um CPF/CNPJ válido para participar. Além disso, também é necessário um certificado digital para poder participar.

Como obter um certificado digital

Um certificado digital é uma espécie de carteira de identidade eletrônica, utilizado para comprovar a identidade de quem está por trás do computador ou celular. Como o leilão da RFB é eletrôncio, o certificado digital é utilizado como forma de combater fraudes.

Para obter um certificado, o primeiro passo é procurar uma Autoridade Certificadora (AC). Empresas privadas oferecem o serviço, mas órgãos públicos como a própria RFB e a Caixa Econômica Federal também o faz.

Os preços variam bastante, dependendo do tipo de certificado e da validade (1 a 3 anos). Os mais baratos ficam em torno de 100 reais, enquanto os mais caros chegam a 300. Então faça uma boa pesquisa antes, para adquirir o mais barato.

Depois de escolher a AC, geralmente, você deve fazer inicialmente um cadastro online e depois comparecer pessoalmente com a documentação necessária para retirar o seu certificado. Com o certificado em mãos, você deverá fazer a instalação no seu computador ou celular (dependendo do certificado). A instalação costuma ser simples, de modo que, após instalado o certificado, você poderá fazer login no portal e-CAC.

Como funciona o leilão e como dar lances

O primeiro passo é entrar no portal e-CAC da Receita Federal e clicar no link do Sistema Leilão Eletrônico. Lá você poderá ver os editais e lotes disponíveis. É possível acessar o sistema sem estar logado para ver os editais e lotes, porém somente após entrar pelo portal e-CAC é que é possível dar lances.

Os lances devem ser dados em duas datas: as datas das propostas e a data dos lances. As datas das propostas é uma espécie de fase preliminar. Após a publicação do edital, é possível dar lances até a data em que as propostas são encerradas. Após essa data, só poderão participar da segunda fase aqueles que fizeram propostas até no máximo 10% menor que a maior proposta. Assim, se a maior proposta foi de 100 reais, todas propostas até 90 reais são aprovadas, enquanto as inferiores são descartadas.

Já a data dos lances é a data em que o leilão ocorre efetivamente. A fase dos lances dura somente até um horário predefinido, geralmente ocorrendo somente em um dia. Os aprovados na primeira fase podem dar lances livremente, aumentando os valores ou desistindo da disputa. No final, o maior lance é o vencedor.

Informações importantes

Quem arremata um lote no leilão da Receita Federal deve buscar o produto na cidade em que o leilão aconteceu. Ou seja, se o leilão aconteceu em Curitiba e você mora em São Paulo, você deve ir até Curitiba para fazer a retirada, no local indicado no edital.

Nós não conseguimos reforçar mais: LEIA O EDITAL! Lá tem todas informações sobre taxas adicionais, como efetuar o pagamento, datas de visitação. Então não deixe de ler o edital.

É cobrado ICMS sobre os lotes arrematados e também é possível que seja cobrada uma taxa de armazenagem.

Você também deve visitar os lotes antes de participar do leilão. É possível participar do leilão sem visitar os lotes, mas isso é no mínimo imprudente, para não dizer burrice mesmo. Então visite os lotes!

A RFB também não permite a revenda de produtos arrematados por pessoas físicas. Então fique atento. Além disso, quem arrematar um lote e não pagar está sujeito à multas, como escrito no próprio site da Receita:

ATENÇÃO: Por se tratar de uma LICITAÇÃO PÚBLICA, caso o licitante arremate o  lote e não efetive o pagamento conforme previsto em Edital, estará sujeito à imposição de MULTAS e outras SANÇÕES ADMINISTRATIVAS e PENAIS.

Como comprar barato no leilão da Receita Federal

As dicas que demos na nossa postagem de como comprar barato em um leilão se aplicam também ao leilão da Receita Federal. Porém existem algumas peculiaridades do leilão da Receita que devem ser levadas em conta:

  • se já tiver um certificado digital, ótimo. Caso contrário, o valor do certificado deve ser considerado antes de participar do leilão. Caso deseje participar somente de um leilão, para arrematar somente um lote, os 150 reais (em média) que você irá gastar comprando um certificado devem ser levados em conta. Se for participar de vários leilões, arrematando vários lotes, o valor do certificado acaba sendo desconsiderado.
  • considere o deslocamento: se você precisar de viajar para retirar um lote, considere os custos da viagem nos lances. Como ocorrem leilões em várias cidades do Brasil, você também pode esperar um leilão mais perto de você para participar.
  • são publicados novos editais frequentemente. Não se afobe e participe de um leilão sem planejamento. Isso pode acabar levando à prejuízos. Além disso, existem outros leilões que não os da Receita. Para veículos, o leilão do DETRAN, por exemplo, costuma ser mais vantajoso.

Na imagem abaixo, existem várias dicas e informações resumidas sobre o leilão:

Dicas para o Leilão da Receita Federal. Fonte: http://receita.economia.gov.br/sobre/acoes-e-programas/mercadorias-apreendidas/leilao/arquivos-e-imagens/fique-atento-dicas.jpg

Links úteis:

Sistema Leilão Eletrônico: http://www25.receita.fazenda.gov.br/sle-sociedade/portal

Alerta sobre leilões falsos: http://receita.economia.gov.br/noticias/ascom/2018/janeiro/receita-alerta-sobre-site-falso

Portal e-CAC: https://cav.receita.fazenda.gov.br/autenticacao/login/index

Manual completo do licitante: https://receita.economia.gov.br/sobre/acoes-e-programas/mercadorias-apreendidas/leilao/leilao-eletronico/manual-sle/manual-do-licitante-setembro-2020.pdf