Leilão do DETRAN – Leilão de Carros e Motos

Lembre-se: cuidado com leilões falsos. Sempre visite os lotes (após a quarentena) e leia os editais. 

Sobre o Departamento de Trânsito (DETRAN)

O Departamento de Trânsito é um órgão estadual responsável por fiscalizar o trânsito de veículos terrestres dentro de sua jurisdição. São divididos por estados, de modo que cada estado brasileiro possui um DETRAN específico.

Como o órgão é responsável pela fiscalização ele também é o principal responsável pela apreensão de veículos irregulares. Veículos com documentação vencida ou outras irregularidades podem ser apreendidos pelo DETRAN. Muitas pessoas não concordam com os leilões, pois acreditam que o governo está tomando os carros das pessoas para lucrar com eles. Como já explicamos no nosso post de boas-vindas, nós também não concordamos com as altas taxas e impostos cobrados em nosso país. Porém a lei deve ser respeitada, independentemente de você concordar com ela ou não.

→ Leilão na sua Cidade? Veja como encontrar.

→ Como Comprar Barato em um Leilão

→ Leilão de Carros – Vantagens e Desvantagens

Leilão de veículos: Carros e Motos

Leilões do DETRAN possuem milhares de veículos.

Os veículos leiloados pelo DETRAN geralmente são veículos apreendidos por infração à legislação de trânsito ou recuperados de furtos ou roubos.  O proprietário do veículo possui um prazo, normalmente de 60 dias, para regularizar e retirar o veículo. Caso não seja retirado no prazo, após alguns trâmites dentro do DETRAN, como uma vistoria, o veículo vai a leilão.

É comum uma pessoa ter um carro apreendido e não ter dinheiro para pagar a regularização do veículo. Além disso, é cobrada uma diária do pátio onde o veículo está retido. Assim, em caso de uma apreensão, o melhor a se fazer é tentar retirar o veículo o mais rápido possível. Quanto mais tempo o veículo permanecer retido, maior a dívida.

O modelo de apreensão faz com que muitos veículos leiloados pelo DETRAN sejam veículos em bom estado. Isso faz com que os leilões atraiam muitas pessoas interessadas em comprar um veículo barato.

Dependendo do estado em que o leilão está sendo realizado, os veículos apreendidos podem ser classificados em dois tipos diferentes: conservados e sucatas. Sucatas podem ser arrematadas somente por empresas já cadastradas previamente, enquanto os veículos conservados podem ser arrematados por todos. A diferença básica entre esses dois tipos é simples: veículos conservados podem voltar a trafegar normalmente nas vias públicas, enquanto sucatas não. Geralmente as sucatas são arrematadas para reaproveitamento de peças ou reciclagem.

→ Qual o melhor? Leilão do DETRAN ou da Receita Federal?

→ Leilão da Polícia Rodoviária Federal: Como participar

→ Como saber o Valor de um Carro?

Datas e locais

Existe um departamento de trânsito para cada estado brasileiro, de modo que os leilões acontecem em todos os estados do país. Cada estado possui leilões acontecendo em diversas cidades diferentes. As informações sobre as cidades em que acontecerão os leilões podem ser encontradas no site do DETRAN do seu respectivo estado. Essas informações também são publicadas no Diário Oficial do Estado.

Grande quantidade de leilões e de veículos

Os departamentos de trânsito são responsáveis pelo maior número de veículos leiloados pelo governo no Brasil. Isso porque a quantidade de leilões é enorme. Além disso, a quantidade de veículos leiloados também é muito grande.

Como exemplo, vamos utilizar o estado de São Paulo. Somente em 2019, até o dia de hoje (26/08) já foram publicados mais de 300 editais. E muitos outros ainda serão publicados. Utilizando como exemplo o leilão que ocorreu na capital em janeiro, conseguimos mensurar o tamanho do leilão: 2350 veículos foram leiloados, entre carros e motos. Isso em um único leilão.

Como participar do Leilão

Cada departamento de cada estado possui suas próprias regras de participação, de modo que você deve sempre ficar atento às regras de cada estados. Como a maioria dos leilões funcionam de forma semelhante, vamos falar abaixo como participar dos leilões. É importante saber que os leilões podem ser realizados também por empresas terceirizadas. Nesses casos, o próprio site do DETRAN ou o edital indicará quais são as empresas.

O primeiro passo para participar é realizar um pré-cadastro no site do DETRAN ou até mesmo presencialmente. Uma forma simples de encontrar o site é fazendo uma pesquisa no navegador do tipo “leilão DETRAN + sigla do seu estado”. É importante ficar atento ao endereço do site, pois existem sites falsos imitando os sites governamentais. Assim, você também pode entrar diretamente no site do DETRAN utilizando o endereço “www.detran.xx.gov.br”, substituindo “xx” pela sigla do seu estado.

Podem participar do leilão pessoas físicas e jurídicas. Para pessoas físicas, são necessários documento de identidade e CPF enquanto para pessoas jurídicas são necessários o CNPJ e o contrato social. Documentos adicionais podem ser requisitados, dependendo do estado em que o leilão será realizado.

Após fazer o pré-cadastro, você deve visitar os lotes. Essa ação não é obrigatória, mas é altamente recomendável. Você também deve ler o edital do leilão que deseja participar. Muitas pessoas ignoram as informações contidas no edital e depois acabam tendo problemas. Então leia o edital!

A maioria dos leilões são presenciais, de modo que seguem o padrão de um leilão normal. Após o arremate de um lote é emitido um Documento de Arrecadação Estadual (DAE), para que o arrematante pague. Alguns leilões também aceitam transferências bancárias. O pagamento deverá ser realizado à vista no prazo determinado por cada leilão (geralmente três dias úteis).

Após o pagamento, é feita a desvinculação de todas multas e taxas. O novo dono deverá pagar somente o seguro obrigatório (DPVAT).

Todos pagamentos feitos, a documentação do veículo é entregue ao arrematante (normalmente em até 30 dias). Caso o veículo possua alguma avaria, o novo dono deve realizar os reparos necessários para que possa circular normalmente com o veículo.

É possível comprar barato no leilão?

Os leilões realizados pelo DETRAN são grandes oportunidades para comprar carros e motos baratos. Isso se dá pelo fato de os leilões movimentarem grandes quantidades de veículos. Como são muitos leilões, cada leilão com muitos veículos, a chance de se encontrar bons veículos é alta. E como são muitos veículos em bom estado, a chance de vários deles serem arrematados baratos também é alta.

Os lances iniciais também costumam ser extremamente baixos. Já existiram leilões com lances iniciais de 5 reais. Realmente, são valores inacreditáveis.

Lances de 50 reais também são comuns. É óbvio que os carros serão arrematados por valores acima dos lances iniciais, porém se os lances iniciais já forem altos, as chances de comprar barato diminuem. Assim, lances iniciais muito baixos também permitem a possibilidade de o veículo ser arrematado por um valor muito baixo. Nesse artigo, nós damos dicas importantes para se comprar barato em um leilão.

O principal para se comprar barato é:

  • visite o leilão;
  • planeje os custos e avalie bem os veículos;
  • não se deixe levar pela emoção;
  • não se apegue a veículos;
  • e tenha paciência. São centenas de leilões com milhares de veículos. Com paciência, com certeza é possível comprar barato em um leilão.